Em período de quarentena apps de delivery geram oportunidades para empreendedores

A pandemia causada pelo novo coronavírus trouxe uma série de danos à nossa saúde. Só no Brasil, são mais de 2 milhões de infectados e quase 80 mil mortes no país inteiro.

Além dos danos sanitários e aos hábitos que tínhamos (a sociedade mudou consideravelmente com a pandemia), quem também sofreu um baque com o novo coronavírus foi a economia.

Só no começo da pandemia, mais de 600 mil pequenas empresas fecharam as portas no país por causa do vírus. Foram sonhos e empregos fechados, que demorarão para serem recuperados no país.

No entanto, a adversidade fez florescer algumas chances de empreendedorismo também. Como é necessário fazer por meios pelos quais ganhar a vida, muita gente tem se virado e inovado para conseguir colocar comida na mesa neste período de dificuldade.

Isso tem acontecido através de plataformas de delivery, como o Rappi. Esses aplicativos fazem o meio de campo entre os empreendedores e uma audiência enorme, de milhões de pessoas, que estão em casa e desejosas de consumir durante a quarentena.

A maneira mais fácil e óbvia de empreender nessa pandemia tem sido o preparo de alimentos para serem vendidos via aplicativos de delivery. Muita gente tem entrado na onda e preparado alguns pratos para vender.

3 segmentos em particular que estão  florescendo durante a pandemia

O primeiro deles é o de doces caseiros. Normalmente de fora dos aplicativos de delivery, as sobremesas e os cafés da tarde chegaram com tudo nas plataformas nessa quarentena, uma vez que foram restritos de vender de outras formas pela legislação de quarentena nesse período.

Além disso, muita gente que perdeu o emprego tem conseguido pagar as contas vendendo pequenos doces e bolos pelos aplicativos e até mesmo pelas redes sociais. O rendimento ajuda a pagar as contas e até sobra um pouco para investir em novos equipamentos e aumentar a produtividade.

Outro segmento é o de comida caseira. Parece contra intuitivo mas, o fato de fazer com que as pessoas estejam em casa, não faz com que elas estejam com mais disposição para cozinhar. Por isso, muita gente tem pedido delivery de comidas caseiras para o almoço ou jantar, o que apresenta uma grande oportunidade de empreender para quem tem talento na cozinha.

Veja Também: Curso Negócio Batata Recheada – Como Fazer Batata Recheada para Vender

Por fim, o segmento que tem disparado muito na quarentena é o de kits de comida. Basicamente, são restaurantes vendendo kits para os seus pratos, de maneira que os consumidores possam cozinhá-los em casa. Por exemplo, uma lanchonete famosa pode vender um kit com 4 pães, 4 hambúrgueres e 4 conjuntos de outros ingredientes (tomate, alface, queijo e bacon) para os consumidores.

Esses kits estão se tornando cada vez mais populares pois permitem que as pessoas comprem e façam em casa, mas também tenham o gostinho de uma comida diferente da habitual.

Dentre os kits, destacam-se os de hambúrgueres, especialmente com receitas elaboradas de molhos feitos de queijo, mas também os de comidas saudáveis.

A quarentena impediu que muita gente fosse até suas respectivas academias para poder fazer a rotina de exercícios físicos que cumpriam anteriormente. No entanto, isso não significa que elas pararam de se importar.

Por isso, surgiu a demanda de kits de receitas semanais para uma dieta saudável. Basicamente, os kits contam com ingredientes e receitas para uma alimentação semanal, tudo escolhido à dedo por nutricionistas especializados no assunto.

No entanto, nem só de comida se faz o empreendedorismo via delivery na quarentena. Aplicativos como o Rappi permitem que todo tipo de produto seja vendido pela Internet se couber na moto de um entregador.

Considerando que a quarentena pode durar até o fim do ano, muita gente passará o aniversário dentro de casa, sem festa para celebrar. Por causa disso, muitas empresas que vendem presentes especiais de aniversário estão começando a surgir nos aplicativos.

Basicamente, as lojas disponibilizam pequenos objetos que podem ser comprados e entregues nos dias dos aniversários, o que é especialmente útil para quem foi pego de surpresa com o aniversário de um ente querido.

O setor de vestuário também tem se destacado dentre os mais inovadores. Uma nova tendência no segmento são as caixas de roupas entregues via delivery. Basicamente, as pessoas assinam um serviço em que um estiliza seleciona uma caixa com várias peças de acordo com o estilo da pessoa e envia tudo pelo aplicativo.

O consumidor recebe a caixa em casa, prova as peças e escolhe com quais irá ficar. Então, faz o pagamento via cartão e devolve o resto, também via delivery.

Dessa forma, é possível manter o armário renovado e o estilo em dia, sem precisar ir ao shopping para escolher os itens dentro de uma loja.

E aí, o que achou das oportunidades de empreendedorismo dentro dos aplicativos de delivery? De fato, a quarentena do novo coronavírus tem feito as pessoas se especializarem e inovarem para conseguir vender mais.

Deixe um comentário com a sua opinião sobre o assunto!

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: