Como Importar produtos dos Estados Unidos para Revender

Você sabia que as lojas que vendem roupas, calçados, acessórios e eletrônicos importados compram estes produtos nos por um preço até três vezes menor que você paga por elas?

Uma camisa de marca que aqui é vendida por R$ 300,00 reais, é comprada pela loja por aproximadamente R$ 100,00, já incluídos custos tributários e frete.

Tudo isso dentro da legalidade, pagando todos os impostos.

Você sabia que qualquer pessoa pode utilizar das mesmas técnicas que os grandes logistas utilizam para importar estes produtos para revender, e ter um lucro de até 300%, mesmo com o dólar tão alto?

Neste artigo eu vou lhe apresentar uma nova oportunidade de negócio, que apesar de parecer pequeno, pode lhe trazer lucros enormes, se você souber aplica-la corretamente.

Então me acompanhe nesta leitura, pois hoje você irá aprender o passo a passo para Importar produtos dos Estados Unidos para revender.

CLIQUE AQUI CASO QUEIRA ASSISTIR O VÍDEO

Mas porque importar dos Estados Unidos?

Provavelmente as fábricas das grandes marcas não são situadas nos Estados Unidos, porém, os grandes centros de distribuição das maiores marcas do mundo estão neste país.

Lojas de roupa como a Hollister, Aeropostale, ou calçados como a Nike, e até mesmo os aclamados aparelhos eletrônicos da Apple, todos eles são comercializados em larga escala nos Estados Unidos da América.

E pasme, a grande maioria destes produtos são comprados com valores em média 60% mais barato que o valor que você paga no Brasil.

Caso você queira conferir Assista a Este vídeo do Felipe Barcellos, ele é importador profissional há mais de 4 anos.

No vídeo o Felipe mostra a diferença entre os valores de vários produtos nos Estados Unidos, e compara com os vendidos no Brasil.

Como funciona o processo de importação dos Estados Unidos?

Tudo é muito simples, porém é necessário que você saiba como fazer. Você não precisa ter medo ou preocupação com fretes, entregas, taxas e tarifas de importação. Tudo isso é muito bem explicado no vídeo acima.

Então eu não vou adentrar muito neste assunto, e Filipe explica muito bem isso. Entretanto farei um breve resumo para você já começar a entender alguns conceitos.

Primeiro você acessa o site da loja, e escolhe os produtos. Você pode escolher camisas, camisetas, calças, bermudas, jaquetas nas mais variadas cores e tamanhos.

Ao inserir todas estas peças no carrinho você faz o pagamento através de um cartão de crédito internacional…

…Calma! Caso você não tem um cartão de crédito internacional eu vou lhe dar uma sacada mais a diante para você ter um, mesmo se estiver com restrições no CPF, ou se sua renda for baixa…

Continue Lendo…

E como farei para enviar todos estes produtos para o Brasil?

Você não pode enviar todas estas peças diretamente para o Brasil!

Isso porque as lojas não querem que você faça isso. Elas querem que você seja um distribuidor, porém isso demanda um investimento muito alto, tornando-se impossível para quem deseja iniciar neste negócio.

Como fazer para resolver isso então?

É muito simples, no vídeo o Felipe explica detalhadamente, porém resumindo, existem empresas no Estados Unidos especializadas em fazer a intermediação destes produtos.

Funciona da seguinte forma:

Você compra na loja online e envia para o endereço dessas empresas de intermediação de compra.

Nesta empresa você possui um “endereço”, como se você fosse um morador dos Estados Unidos.

A empresa então, recebe a mercadoria e faz o envio para você.

Tudo muito simples, seguro, confiável e principalmente, dentro da Lei.

A maior e mais utilizada empresa de intermediação de compras do mundo é a Shippito. Ela possui vários armazéns espalhados pelo Estados Unidos, recebe estas mercadorias e despacha para o Brasil.

Tudo muito rápido, seguro e com preço bastante acessível.

A realidade sobre a temida “Taxação”

“Taxação” é o nome genérico que se deu à tributação dos produtos importados.

No Brasil, todo o produto importado acima de $50,00 dólares pode ser passivo de pagar o imposto de importação, que é de 60% sobre o valor do produto.

Mas perceba que eu mencionei “pode”, isso quer dizer que nem todos são “taxados”.

Existem estratégicas aplicadas ao mercado de importação que desobrigam os compradores a pagarem este imposto de importação.

Perceba que eu escrevi “desobriga”, ou seja, você não está fazendo absolutamente NADA contra a Lei, visto que estará desobrigado.

No vídeo que mencionei logo acima o Felipe explica bem essa questão da temida taxação.

Porém eu preciso lhe dizer… Mesmo se você for “taxado” em todas as suas compras, ainda assim é um alto negócio.

O seu lucro diminuirá um pouco, porém mesmo assim o seu retorno será sempre maior que 100%.

Quais produtos eu poderei importar?

Além das roupas e calçados de marca, muitos empreendedores importam Relógios, como os da marca Invicta, que custam valores absurdos no Brasil, mas que nos Estados Unidos são bem em conta.

Estes são os meus preferidos, a lucratividade deles é altíssima!

Algumas pessoas importam aparelhos eletrônicos como telefones, notebooks e tablets.

Recentemente o Felipe postou um vídeo mostrando como ele fez para importar um Macbook, que no Brasil é vendido por cerca de R$ 9.000,00 reais economizando cerca de 60% na compra.

Alguns importadores mais experientes trazem produtos maiores como peças de automóveis, e até alguns eletrodomésticos, mas isto já em um nível bem mais avançado, e que sem dúvida você poderá alcançar.

Existe também a possibilidade de importar Suplementos Alimentares voltados para Musculação, tais como Whey Protein, BCAA, Glutaminas, dentre outros.

Tudo ORIGINAL e muito mais barato que no Brasil.

No Curso completo do Felipe Barcelos, Academia do Importador ele ensina passo-a-passo como importar todos estes produtos de forma muito simples, direta e descomplicada.

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR AO VÍDEO

O mercado de importação é sem dúvidas uma excelente opção para você que deseja empreender.

É necessário ter um capital inicial para poder adquirir as peças, porém o retorno acontece em poucas semanas.

Você pode optar por vender diretamente para as pessoas, abrir uma loja, ou comercializar os seus produtos na internet por meio do Mercado Livre, ou criar um site de vendas como Netshoes, Dafit, Centauro, dentre outras.

Caso opte por vender pelo mercado livre, ou criar algum site, você terá a grande vantagem de poder trabalhar em sua própria residência, sem custos com local, deslocamento (caso vá na casa de seus clientes) ou funcionários.

Fazendo dessa forma você torna um negócio que normalmente já rende bons resultados, em algo ainda mais lucrativo e escalável.

Mas cuidado!

Você recebeu dicas valiosíssimas aqui sobre o mercado de importação. Porém isso não é o suficiente para começar.

Existem vários outros fatores que devem ser observados quando você vai comprar produtos no Exterior para revender no Brasil.

Sendo assim é fundamental que você estude a fundo este mercado. E para fazer isso recomendo que você assista ao vídeo que desde o início deste artigo venha citando para você.

O vídeo do Felipe Barcelos, criador do treinamento Academia do Importador.

Você vai aprender tudo o que precisa para tornar-se um Importador Profissional e começar a ganhar muito dinheiro com este empreendimento.

Este é um mercado pouquíssimo explorado, apesar de existirem muitas lojas vendendo produtos importados, poucas pessoas sabem o quanto é fácil e barato fazer isto.

Dito isto, eu também preciso lhe fazer um alerta!

Como muitos logistas espalhados pelo Brasil não querem que mais pessoas entrem neste mercado, é possível que o vídeo seja retirado do ar a qualquer momento. Por isso é muito importante que você assista ao vídeo AGORA MESMO enquanto ele ainda esta disponível.

Espero que você tenha gostado de mais essa dica de empreendimento.

Fique de olho no Blog que em breve eu volto com mais oportunidades de pequenos negócios altamente lucrativos.

Abração!

1 Comentário

  1. Pingback: Como Criar uma Página no Facebook Passo a Passo

Deixe um Comentário